Punica Granatum Nana em bonsai




 

iberbonsai-punica-granatum-nana-7-anos-



Punica granatum nana em bonsai

 

 

O bonsai Punica Granatum “Nana” é muito popular em bonsai,

 devido ao seu porte diminuto tanto na folha como na flor e fruto e por isso muitas vezes aproveitado

em shohin e mame.

 

 

Originária do Irão.

 Folhas pequenas, caducas, verde claro a verde escuro com tons de bronze a seguir à floração.

Flores em forma de trombeta,  cor laranja. Pequenos frutos laranja avermelhado cheio de grainhas

comestíveis.

Interessante tronco torcido, com aspecto envelhecido com o tempo. Casca castanha acinzentada

e lisa nas plantas jovens. Pode apresentar espinhos nalguns ramos.

O bonsai punica granatum nana requer temperaturas quentes e não gosta de geada, no inverno é

preciso ter cuidado e proteger o torrão e a base dos primeiros galhos e ramos com palha ou turfa

quando a temperatura descer abaixo de zero º C. 

Muito conhecida em bonsai é a punica granatum nana “Nejikan” que desenvolve um tronco retorcido

de forma natural.



 

Multiplicação do bonsai punica granatum nana por sementeira:

 

uma grama contém cerca de 80 sementes e a taxa de sucesso é elevada, perto dos 60%.

Escarificação das sementes e deixar na água durante vinte e quatro horas.

O que è a escarificação?

Escarificação química: é um método químico, feito geralmente com ácido sulfúrico ou clorídrico,

que possibilita às sementes a troca de água ou gases com o meio envolvente.

 

Escarificação mecânica: é o método de abrasão das sementes sobre uma superfície áspera tipo lixa.

Facilita a absorção da água pela semente.

 

A seguir realizar a sementeira numa mistura composta por 1/3 de areia fina (de preferência lavada)

e 2/3 de substrato à base de folhas (tipo turfa mas muito fino). 

Segundo, encher os recipientes ou vasos, pisar ligeiramente com um pau ou uma tábua e repartir

as sementes no substrato.

 Cobrir as sementes com o mesmo substrato e colocar os recipientes ou vasos a 20/24ºC (à luz)

durante o dia e 14/15ºC durante a noite.

Podemos cobrir com um filme plástico transparente para manter a temperatura e higrometria.

 Nunca cobrir uma semente com substrato com mais  que uma vez a sua espessura.

Leia mais sobre a sementeira.

 

Multiplicação do bonsai punica granatum nana por estaca:

 

Uma estaca é um fragmento que foi cortado de uma planta e que se desenvolve conservando os

seus próprios caracteres. Uma planta pode, portanto, ser fragmentada ou dividida e produzir novos

indivíduos absolutamente semelhantes a ela. A propagação por estaca ou vegetativa, preserva

integralmente os caracteres das variedades (caracteres do pé-mãe). Ao contrário, a reprodução

por sementeira que, obviamente, mantém as características específicas, ou seja como

espécies, mas não mantêm os caracteres da variedade a menos que sejam corrigidos; isto é, se

eles pertencerem a linhas puras (obtidos pelo método de cultura selectiva durante muito tempo).

 A vantagem da estacaria é que dá origem a réplicas de uma planta de especificidades idênticas.

Enquanto a reprodução por sementeira pode produzir indivíduos muito diferentes da variedade da

qual a semente é derivada, uma estaca permite obter seguramente a mesma variedade da planta

mãe.

iberbonsai-flor-de-punica-granatum-nana-


 

Poda do bonsai punica granatum nana. 

A poda de manutenção do bonsai punica granatum nana começa a seguir à floração, podando os

ramos novos deixando dois pares de folhas, somente a seguir ao crescimento do quarto par de

folhas. Cuidado para não podar os brotos arredondados que darão mais tarde as flores.

 

A poda de estruturação realiza-se  no inverno, em período de repouso.

Relembramos que a poda de estruturação consiste em definir as bases gerais do tronco e dos

ramos principais, elementos decisivos para transmitir a percepção que o autor quer dar ao seu

bonsai: força, elegância, ligeireza, movimento… poda que também pode ser realizada ao mesmo

tempo que o transplante e assim aproveitar para conseguir o equilíbrio entre a parte aérea e a parte

radicular. 

 

Como qualquer bonsai de fruto, convém deixar crescer um mínimo de frutos no bonsai para não

cansar a árvore.

 

Aramação do bonsai punica granatum nana:

A aramação do bonsai punica granatum nana é possível mas com muito cuidado, os ramos são

muito frágeis, preferencialmente no início da primavera e antes do nascimento dos novos brotos e

é imperativo proteger o ramo com rafia.

É fortemente recomendado preferir a formação através da poda.


 

O transplante do bonsai punica granatum nana:

 

Em princípio esta operação deverá ser feita a cada 3 a 4 anos, o torrão deve ter uma camada de

raízes a sua volta, se não tiver pode não ser o momento certo para o transplante e terá que esperar

mais um ano.

Ao transplantarmos devemos escolher um vaso ligeiramente maior, por norma acrescentamos

somente mais 5 cm à medida do vaso antigo.

Cuidado com o substrato. A escolha certa do substrato é garantia de boa saúde do bonsai. Um bom

substrato deve reter a humidade necessária e deve garantir a circulação do ar. 

Akadama Hard Quality é o substrato indicado e recomendado para o bonsai punica granatum nana.

Um bom substrato não pode perder qualidade ao fim de poucos meses, ficando empapado ou

reduzido a pó. Deve ser são e limpo, não conter nenhum resíduo nem micróbios ou bactéria.

 Um bom substrato não deve ser nutritivo, quer isso dizer que não pode conter nutrientes, assim

será mais fácil controlar a adubação.

 Aconselhamos sempre a utilização de Akadama Hard Quality, é a terra ideal para o bonsai.

Com PH neutro de 6,5 a 6,9. É insubstituível.

 

É uma argila japonesa de origem vulcânica, composta por grãos reconstituídos e sem nutrientes.

Drenagem perfeita, conserva a humidade, deixa circular o ar e a água, retém os nutrientes que,

como já vimos, são elementos fundamentais para o crescimento do Bonsai.

 

Leia mais sobre o  transplante parte1    -    transplante parte 2

 

iberbonsai-flor-de-punica-granatum-nana-

 

Estilos privilegiados para o bonsai punica granatum nana:

 

Moyogi: ereto informal. O tronco apresenta várias curvas que começam na base e diminuem até ao

seu ápice.

Shakan: Estilo de bonsai com inclinação do tronco de pelo menos 30º para um dos lados da árvore.

Kengai: Estilo de bonsai em cascata - Estilo que retrata árvores que se sustentam na superfície de

montanhas ou em fendas de um penhasco. O tronco deve pronunciar-se para fora do vaso e

mergulhar.

Han Kengai: Estilo de bonsai em Semi cascata. O tronco principal e seus galhos devem mergulhar e

não ultrapassar os limites da base do vaso.

 

Aconselhamos a utilização de vasos de cores para destacar a flor vermelha alaranjada e os frutos

que nascem a seguir.

Comentários

  1. Boa noite tudo bem? Sou brasileiro, carioca e procuro novos seguidores para o meu blog. Novos amigos também são bem vindos, não importa a distância.

    https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Bonsai doente

Ferramenta para bonsais

Rega do bonsai

acido sulfúrico

olea europaea