A fertilização do bonsai

Fertilização do Bonsai




É indispensável adubar o bonsai!


Como qualquer planta natural o bonsai alimenta-se pelas raízes e pelas folhas que absorvem a luz necessária à fotosíntesis, o CO2 da atmosfera e a água, os três elementos principais factores do crescimento.


Mas isso não chega, para viver o bonsai vai precisar de muito minerais suplementares, em mais ou menos quantidade, para satisfazer as suas funções básicas. As Raízes são por consequente o motor da alimentação do bonsai e vão buscar no solo as substâncias que necessitam, a saber a água os sais minerais e os micronutrientes.


E como sempre nem pouco, nem muito, os elementos principais devem respeitar o equilíbrio. Pode ver nas nossas dicas o efeito de desequilíbrio de um qualquer dos elementos.


A Fertilização é um factor primordial no sucesso do bonsai.


Adubo químico (N.P.K.) :

O adubo é composto por três elementos básicos o Azoto (N) = crescimento e coloração da folhagem;
O ácido fosfórico (P), melhora o crescimento radicular e aumenta a floração bem como a frutificação;

O Potássio (K) : ajuda na assimilação do Azoto (N) e é um factor essencial na defesa natural do bonsai


Mais alguns macronutrientes indispensáveis ao bonsai:

Cálcio (Ca) ajuda a fortalecer os tecidos e o crescimento das raízes, intervém também no equilíbrio da acidez do substrato.

Magnésio: indispensável na Fotosíntesis e no crescimento.

Enxofre (S): controlo do crescimento


Os micronutrientes:

Servem na catalisação mineral (assimilação de metais) e são indispensáveis na vida do nosso bonsai.

Reforcem a resistência imunitária á parasitas e doenças.

Também ajuda a combater as carências.

O Ferro (Fe): favoreça a produção de clorofila;

O Cobre (Cu): serve de catalisador no reforço das defesas naturais;

Manganésio: (Mn): ajuda na produção celular e na assimilação dos nitratos;

Zinco (Zn): favoreça a produção de brotos e das hormonas de crescimento;

Borre (B) : elemento essencial no transporte das substancias e melhora a capacidade de retenção do substrato;

Molibdénio (Mo): ajuda na assimilação dos nitratos.

Ácidos aminados : são proteínas essenciais à vida, acção anti-stress e regulador de energia do vegetal.


Adubo orgânico:

Sempre que puder deve privilegiar o uso de adubo orgânico por ser muito suave no crescimento do bonsai. A partir de 15/20 anos o bonsai pode receber único e exclusivamente adubo orgânico. Aconselhamos o uso de Biogold o ano todo para os exemplares.

Em Novembro/Dezembro, só uma vez para os bonsais em crescimento, a seguir e a partir de Fevereiro convém aplicar o adubo líquido.


Quando devemos adubar?


Para bonsai em crescimento:

Adubo líquido (absorção mais rápida)

De meados de Fevereiro até fim de Junho com uma dosagem de +/- 5 ml por litro de água, regar uma vez por semana.

De Julho até fim de Setembro, com a mesma dosagem +/- 5 ml por litro de água, regar de 15 em 15 dias.


Em Novembro/Dezembro, colocar o adubo orgânico "Biogold", só uma vez, uma pedra a cada 5 cm de vaso, junto ao bordo. Fazer um buraquinho e enterrar a pedra.


Para exemplares e bonsai que já não queremos que cresce muito:

De 3 em 3 meses aplicar adubo orgânico "Biogold" com uma paragem em Julho/Agosto.

Pode enterrar a pedra no substrato ou então colocar várias pedras nos cestos próprios e distribuí-los a superfície do vaso respeitando sempre a quantidade de uma pedra para cada 5 cm de vaso.


Importante:

aplicar sempre o adubo sobre o substrato húmido

respeitar sempre a dosagem de adubo químico (líquido), a falta de adubo não é perigosa mas o excesso pode ser catastrófico.

mais vale aplicar pouco adubo mas com regularidade de que muito em poucas vezes.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Bonsai doente

Ferramenta para bonsais

Rega do bonsai

acido sulfúrico

Punica Granatum Nana em bonsai

olea europaea